peso, além da melhoria na qualidade da própria carne (maciez e marmoreio). O mais importante, é que pode ser viabilizado no centro-oeste, com brachiárias, minerais (sem grife), com combate a parasitas (também sem produtos de grife) e absolutamente sem nenhum tipo de silagem ou ração (milho, algodão, soja, trigo ou polpa cítrica). Acreditamos que não é exagero afirmar que a denominação Boi Verde, poderá ser aplicada a qualquer tipo de animal se os mesmos forem criados nas condições como as descritas acima, não importando se são Zebuínos, Taurinos ou Cruzados.

O prêmio maior do cruzamento é sem dúvida a Fêmea gerado por ele, pois é muito precoce física e sexualmente, e se bem manejada, nos dá o 1° filho por volta dos 24 aos 26 m, e na maioria das vezes com cerca de 100kg a menos que sua mãe. Isto nos dá a possibilidade de gerar 1 bezerro a mais se aproveitarmos as fêmeas do cruzamento, pois como são precoces, estarão sendo inseminadas ou cobertas até os 14 ou 15 meses com 270 a 300kg. Se considerarmos ainda que a necessidade de forragem para manter 1200kg de peso vivo de 3 vacas adultas é a mesma de 4 novilhas de 300kg, a decisão fica fácil, e significará 1 bezerro a mais por ano no mesmo espaço. Disponibilizando ainda 3 vacas adultas que com 60 dias de bom pasto poderão ser abatidas com peso de 14 a 15@.

Reunimos de forma resumida informações práticas dos resultados que alcançamos, sem a pretensão de que sejam melhores do que os já alcançados por outros criadores. São informações que gostaríamos de ter encontrado quando iniciamos nesta atividade. Tais informações refletem a realidade das condições existentes em nossa propriedade com o manejo racional por nós empregado, e as mesmas (informações) são fruto de um manejo, onde tudo é registrado, e tais registros alimentam um banco de dados, onde podemos encontrar a maioria das respostas para: Porque? Como? Quando? e Quanto?

No início muita conversa com pessoas ligadas a pecuária, após isso pesquisar continuamente a Internet (Embrapa, Laboratórios, Associações de Raças, e Centrais de Inseminação), e finalmente tivemos a sorte de encontrar uma publicação que reputamos como a mais importante e completa que chegou a nosso conhecimento até o presente momento: Os Cruzamentos na Pecuária Tropical; publicação esta que de tão completa, nos fez perder o receio de fazer algo diferente do tradicional, nos trouxe conhecimentos e informações que nos fez entender como a genética, o ambiente, e o clima podem ser nossos aliados ou inimigos na atividade de transformar pastagem em proteína animal.

Desepenho Resumido
no tempo e no
Entendendo o Cruzamento Industrial

Após 6 anos na atividade, resolvemos compartilhar nossa experiência com todos que de alguma forma se interessem pelo tema Bovinocultura, e em especial os Cruzamentos inter-raciais comumente denominado de Cruzamento Industrial.

Não utilizar o Cruzamento Industrial (Zebuínos x Taurinos) é jogar fora um ganho que vai